Páginas

quinta-feira, maio 31, 2012

Florear

Levei um bom tempo da vida 
para gostar de estampas com flores.
Hoje, com muito cuidado, 
amo estampados floridos!





Florear:
“Enfeitar com flores”


terça-feira, maio 29, 2012

Pais e Filhos

Pura inspiração na música do Legião Urbana lá nos idos de minha adolescência. A música é bem fatalista com tom romântico e com toda a filosofia possível ao cotidiano de quem não vai buscar Sócrates e Platão para entender um pouco mais das origens do pensamento da humanidade. Mas, com a profundidade do pensamento (para a vida adolescente do final da década de 80 e início de 90):

"É preciso amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã
Porque se você parar para pensar
Na verdade, não há."

Mas, para ser boa a música vai um pouco mais nas relações familiares e nos pensamentos relativos à existência (a ser aprendida por quem está crescendo e aprendendo a viver):

"Sou uma gota d'água,
Sou um grão de areia
Você me diz que seus pais não te entendem,
Mas, você não entende seus pais.

Você culpa seus pais por tudo, isso é um absurdo
São crianças como você
O que você vai ser,
Quando você crescer?"

Tanta inspiração! Que nada! Momento "crise de mãe". O filho cresceu e, tem dias, que quer ter umas vontades maiores que os próprios pensamentos... Seria bom que tivesse certeza destes pensamentos. Nestas horas... É  meu pensamento que pede mais vontades e menos razão, pois a razão pede para manter a calma e ignorar todas as crises de adolescência do ser filho. A vontade pede para dar uns gritos (sei que não funcionam) e dizer em alto e bom som: "eu também quero, quero e quero!" Nem sei o que, mas quero (risos).

Amo a vida e tenho ótimas recordações de minha (não tão distante) adolescência! Por este motivo compreendo os inúmeros desejos e vontades (sem pensar nas necessidades) destas criaturas que estão aprendendo a viver. 

Símbolo das adolescentes, mas desprezado pelos meninos.


domingo, maio 27, 2012

Chefe

Dizem que quem tem chefe é índio
(ou outro grupo).
A instituição onde trabalho segue uma hierarquia
onde há vários chefes.
Meu departamento tem a melhor chefa da instituição
(e acho!)



Caixinha do aniversário da chefa!
(Teve uma caneca linda aí dentro, mas esqueci de fotografar)



sexta-feira, maio 25, 2012

Foi presente

Um príncipe ganhou a caixa
para guardar os brinquedinhos dele
(e para desistir de brincar com a caixinha da mamãe).





Ele merece!

sábado, maio 19, 2012

Brincando com o Blog

Cá estou eu sentada e tentando dar uma repaginada no Blog. Um tempinho tentando encontrar um jeito de deixar tudo mais "clean". 

Um pouco de testes para fazer o título do blog ficar personalizado... Um pouco mais de testes de paciência... Gostei, mas ele não quer ficar centralizado (perfeccionista?). Vou tentar isso aí mais um pouquinho e vou ali em busca da minha cama.



terça-feira, maio 15, 2012

Meninos e Meninas

Meninos e Meninas

Não é uma alusão à canção do Renato Russo com o mesmo título.

Tive uma colega que, no passado em que as mães esperavam a hora do parto para saber se teriam menino ou menina, dizia ser péssimo fazer um enxoval todo amarelo ou verde. Este comentário mudou minha maneira de ver os enxovais. Quando pensava em algo “neutro” para meu bebê ficava procurando um verde vivo ou um amarelo marcante; nada daquelas cores chamadas pastéis e pálidas.

Que mundo maravilhoso (já disse Louis Armostrong) onde as mães podem escolher todas as cores com a certeza que terão um menino ou uma menina! Já imaginei que poderia ter uma menina que não teria enjôos terríveis com aquelas roupinhas e quartos fantasiados de cor de rosa. Há tantas opções alegrando a vida!

Com tudo isso fiz uma caixinha que serve aos meninos e às meninas (e não é um verde enjoativo):



Um mimo!


domingo, maio 13, 2012

Mãe Coruja (3)

Continuando a homenagem
com variação de estampas e cores
e pensando em minhas amigas
(mães corujas)





Ah! Que lindinhas!!


sexta-feira, maio 11, 2012

Mãe Coruja (2)

Conta uma fábula que a coruja encontrou a águia e disse-lhe:

- O águia, se vires uns passarinhos muito lindos em um ninho, com uns biquinhos muito bem feitos, olha lá e não os coma, que são os meus filhos!
A águia prometeu que não os comeria; foi voando e encontrou numa árvore um ninho; comeu todos os filhotes que estavam lá. Quando a coruja chegou e viu que lhe tinham comido os filhos, foi ter com a águia, muito aflita:
- Ó águia, tu foste falsa porque prometeste que não comerias meus filhinhos, e mataste os todos!
Diz a águia:
- Eu encontrei uns pássaros pequenos num ninho, todos depenados, sem bico, e com olhos tapados e comi-os; e como tu disseste que os teus filhos eram muito lindos e tinhas os biquinhos bem feitos entendi que não eram estes.
- Pois eram esses mesmos, disse a coruja.
- Pois então, queixa-te de ti, que é que me enganaste com a tua cegueira.

Em homenagem a estas mães que, como eu, amam seus filhotes:





Sou mãe coruja!


quarta-feira, maio 09, 2012

Mãe Coruja (1)

No embalo do aniversário da mamãe e nas comemorações pelo Dia das Mães...

Houve uma vez, quando criança que o presente da escola no dia das mães foram umas corujinhas de cerâmica (muito lindinhas!). Sendo três, lá em casa, tomaram o cuidado de enviar corujas diferentes para entregarmos à mamãe.

Era responsável por tirar o pó da casa e cuidava muito de manter as corujinhas limpas.

Com o tempo (uns 30 e poucos anos) as pequenas tiveram os cantinhos quebrados... E uma já era...

Nunca mais as vi lá na casa da mamãe (depois das mil e uma arrumações de outras pessoas).

O tempo passou...

Outro dia estava admirando uma loja lindinha que tem na estrada para a casa da Sogrinha (outra grande mãe) e fiquei encantada (apaixona e fissurada) por uns penduricalhos de coruja... Mas, a loja estava fechada e não poderia ficar lá esperando.

Não consegui encomendar pela internet. Continuei pensando nas danadas das "zoiudas" e resolvi (tão decidida) aprender a fazer as minhas.

Quando passamos por lá, outra vez,  o Filho da Sogra e o Filho ficaram insistindo que as minhas são mais bonitinhas e blá, blá, blá. Insisti que eles não queriam que eu pagasse aquele preço (valorizo o trabalho artesão)  e voltei amando as minhas corujas de tecido.



Deve ser de infância a admiração e gosto pelas
“zoiudas”


segunda-feira, maio 07, 2012

Aos meninos menores

O mesmo drama:
presentear meninos com caixinhas.
Amo azul!

Mas, para não ser tendenciosa em minhas preferências
e para atender às preferências femininas
estava ficando sem opção para os meninos.
Sentei e o resultado está aqui:







Tamanhos variados,
mas o mesmo carinho!


sábado, maio 05, 2012

Aos meninos crescidos

Estava sendo complicado
presentear meninos grandes
com caixinhas.
Resolvi usar uns tons masculinos
que apresentaram estes resultados:









Algumas foram presenteadas na páscoa
(mês passado)
aos professores do curso técnico (em música) do filho
com uns chocolatinhos dentro.


quinta-feira, maio 03, 2012

Aniversário da Mamãe

Hoje é o dia do aniversário da minha mãe.
Aprendi chamá-la de "mamãe"
e é assim até hoje.

Dia de festa
(mesmo tão distante)


Um cartãozinho:



Sem muitas palavras...


terça-feira, maio 01, 2012

Cartonagem 2


“Fabricação de objetos de cartão”
Esta é uma arte mais trabalhosa que as demais
e exige um pouco mais de habilidade
e paciência.
Depois de alguns ajustes,
usando partes prontas,
eis:



Pensando num menino que completou 3 anos
e que inspirou esta caixa 
com um presente especial dentro.


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails