Páginas

domingo, junho 26, 2011

Mimo de Amiga

Ganhei


A amiga foi ali no Reino Unido
(Escócia e Inglaterra)
e trouxe o mimo 
(que amei!)


sábado, junho 25, 2011

Vou andando, vendo e falando

Longe de casa,
andando,
vendo e
falando
encontrei uma lembrança do Filho


Uma loja
(lá no interior) 
com o nome dele.

sexta-feira, junho 24, 2011

Amor de tia

Sou tia coruja de todos os meus
lindos e maravilhosos sobrinhos.
Tenho uma sobrinha de coração 
que é um encanto!




Recebi esta surpresa dela.



quinta-feira, junho 23, 2011

Existência Humana

Penso, logo existo!

Este pensamento basta para dizer que sou gente. Então, porque é que tenho dúvidas e incertezas quando sei em que acredito? Explicando: acredito no amor, na família, na esperança, na amizade, na fé, na capacidade de dar a volta por cima e começar tudo outra vez, na possibilidade do ser humano se arrepender... Acredito (mesmo!) na vida.
Não sei se é o mesmo assunto ou se viajo nos pensamentos, mas percebi que deixei hábitos, costumes e atividades que sempre fiz.

...

Escrevi até aqui e, muito incomodada com tudo isso, tive um incomodo maior ainda e fui até a sacada (onde guardo meus apetrechos de arte e terapia), respirei fundo e fui até a lavanderia. Voltei à sacada! Por incrível que pareça depois de três longos meses coloquei a mão em pinceis, caixas, tintas e muita bagunça.

Ouvi comentários incompletos do Amorzão e brincadeiras do Filho – estão contentes por minha atitude. Será que estou recuperando minha arte (e minha sanidade)? Será que esta atitude vai ajudar minha (eminente) volta ao trabalho (estou apreensiva com isto todos os dias)?

Vou ali à Sacada de Arte onde tenho um kit bebê aguardando para ficar pronto (2 meses após o nascimento) e mais umas caixas apaixonantes abandonadas por seis meses (sem falar no armário que virou uma armadilha: cai tudo sempre que alguém abre a porta).




Diante da lentidão para colocar as fotos aqui
deu tempo de passar tinta duas vezes no kit bebê.
Tudo isso faz parte da
existência humana.

Passeios de Inverno

Concordo que vivemos num país tropical
"abençoado por Deus e bonito por natureza"
Mas, morar abaixo da linha do Trópico de Capricórnio
faz diferença.

A natureza apresenta ares diferentes
nestes meses do ano.
O amanhecer parece que é mais lento
e o final do dia é cada vez mais encantador
(basta observar as cores do céu e das nuvens)

Passear é melhor nos dias de inverno
(no país tropical)
porque o clima é mais ameno...


Valeu o passeio no 1º dia de inverno!

Quer conhecer?
Itapecerica da Serra - Grande SP


quarta-feira, junho 22, 2011

Dia de graças

Sei que o dia de ação de graças é no mês de novembro, mas hoje é meu dia de dar graças.

Quando penso em gratidão penso na graça. Meu pai amava cantar hinos que falavam sobre a “maravilhosa graça” (no sentido teológico) do Senhor Jesus que morreu em nosso lugar; graça como “um favor imerecido pelo homem, mas sim fruto da misericórdia e amor divinos”; graça, como ele dizia, apenas de graça e sem pedir nada em troca. Amo pensar que o Pai do Céu não pede nada, apenas nos ama e nos aceita do jeito que somos. Isto é maravilhoso, pois sinto que sou amada sem a obrigação de mostrar nada por este amor.

Voltando à graça de gratidão: sou imensamente grata a Deus pela graça por Ele concedida. Acredito que posso (e todos podem) receber muito mais da vida. Sei que tenho saúde e sou grata porque a tenho, mas acredito que posso (e todos podem) viver sem doença. Sou grata pela família que tenho – o esposo amado e o filho incomparável – e sei que posso (e todos podem) viver sempre feliz e em amor. Tenho amigos queridos e especiais, pessoas que completam minha vida e sei que posso (e todos podem) viver a plenitude da amizade.

Neste sentimento de gratidão há sempre a certeza que vou e volto em segurança. Há sempre a certeza que as lágrimas darão lugar aos sorrisos e isto é tranqüilizador.

-

Estava escrevendo sobre Graça e Gratidão no sábado, mas tive que interromper porque precisamos sair, pois o Filho deveria tocar (junto com a orquestra). Fiquei impressionada, não só pela beleza do concerto e do Filho (que tocou muito bem!), mas porque o tema da apresentação foi “Graça e Gratidão”. 

Outro dia continuo o tema.

terça-feira, junho 14, 2011

A decisão

A dúvida e a indecisão fizeram meu coração sofrer...
Ou ficava em SP para o aniversário de minha Sobrinha Princesa
ou pegava a estrada antes do anoitecer.

Peguei a estrada e ainda dirigi (sozinha) 
no escuro da noite
(é quase inverno e os dias estão muito curtos).
Não fiz nenhuma parada 
e não errei nada do caminho.

Estou apenas sofrendo (e  não deveria?)
porque não estava lá na hora de cantar
"Parabéns pra você..."
Cinco anos - uma mão cheia - acontece apenas uma vez!
Aconteceu e a tia não estava lá...

Estou aqui
longe de casa.
Sentindo saudade de todos
e vivendo as decisões da vida.


Não vi as cores da festa...
Não vi as cores do sorriso...
Não estava lá no "parabéns"



segunda-feira, junho 06, 2011

Decisões

Ser fã de Cecília Meireles desde criança é natural quando a poesia "Ou Isto Ou Aquilo" (já mencionada aqui e sem o link desde quando mudei o nome do blog) é fácil de ser compreendida. 


Ser fã de Cecília depois de adulto é muito fácil quando você tem que pensar em muitas decisões sérias e importantes a serem tomadas e fica lembrando da poesia (mais de uma vez).

Já sei que viverei esta semana o trecho:

É uma grande pena que não se possa estar 
ao mesmo tempo em dois lugares! (...)

Ou isto ou aquilo (...)

Mas, não consegui entender ainda qual é o melhor:
se é isto ou aquilo (...)



quinta-feira, junho 02, 2011

Arrumando a casa e arrumando a vida

Alguns poucos dilemas incomodam, outros irritam muito e alguns preocupam. Os dilemas domésticos são os que incomodam, mas não irritam e, devido minha limitação de dona de casa, não preocupam.

O que se passa na vida doméstica? A rotina de limpeza da casa.

A vida de estudante é muito corrida além os compromissos normais da vida, filho, marido e o cachorro (sem falar na vida social que ainda é bem limitada). Nesta correria estou incomodada como manter a casa arrumada – aventura que pensei em desistir – e a limpeza em dia de uma maneira menos extenuante.

Cabe uma explicação: não tenho mais a secretária para assuntos domésticos. Com isso aquela limpeza linda das janelas de alumínio, dos vidros e espelhos... ilusão e é tudo do passado.

Estou fazendo uma pesquisa para simplificar uma parte do trabalho e encontrei aqui e aqui recomendações para o uso do rodo com esponja. Ando numa crença de que vai dar certo!

Aprendi (não que ignorasse) um pouco mais aqui sobre alguns detalhes de limpeza indispensáveis. Testados e aprovados.


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails