Páginas

quarta-feira, fevereiro 23, 2011

Viva (ainda)

Que nem todos os dias são deliciosos todos já sabem, mas acordar com enxaqueca outra vez (em menos de uma semana de intervalo) ninguém merece e nem espera. Acordei com a cabeça estourando junto com aquelas cismas enormes de resolver as encrencas num dia apenas.

Nem resolvi nada!

A aula (apenas introdutória na 3ª semana do semestre letivo) valeu para tocar mais adiante as horas que se arrastaram. As amigas solidárias e empolgadas, além do bebê mais lindo do mundo (depois que o meu virou um moço enorme e que não acompanha mais a mãe para todos os lugares e nas ideias mais mirabolantes), toparam conhecer a Pedaços Scrapbook e mais qualquer sugestão que surgisse... ainda valeu para mais horas sem fim de um dia arrastado.

Poucas vezes passo da rua certa ou do caminho mais curto, mas hoje (?) foi além de todas as contas (e as meninas só ficaram sabendo das que contei ou das que resmunguei) e dei voltas desnecessárias e suficientes para deixar minha alma mais pesada e arrastada.

O médico sugeriu medicamentos novos e que encare um ou dois dias do trabalho para ver até onde 'vou' - isso porque eu estava aos prantos diante dele contando minhas enormes dificuldades dos últimos tempos (...) Chorar diante de qualquer pessoa, além do Filho da Sogra, é sinônimo de desespero e não conseguia dizer isso ao 'doutor'. Mas, vamos às tentativas sugeridas, pois quem estudou e tem experiência é ele e não eu.

Mais trânsito; ameaça de tempestade; conversas fiadas e outra(s) rua(s) errada(s) pausa num McD e as baterias começaram a ser restabelecidas para entrar num lugar que relaxa a alma: ScrapSampa! Diversão e papeis lindos! Lá as horas voaram! 

Projetos em andamento ou concluídos:
  • Quadros (4) para Ramon e Rômulo - prontos
  • Caderno de recados de maternidade - em andamento
  • Caixinhas (50) de lembrancinhas de maternidade - em andamento
  • Chaveiros de flor de fuxico (60) - em andamento
  • Desafios de scrapbook com a Tatty - em andamento
  • Caixas (3) para botões - prontas
  • Caixa para papel de scrap - pronta
  • Porta lenço de decoupage - pronto

Preciso fazer fotos de todas as realizações e colocar aqui... São conquistas!

Cheia de frustração e leve!

quarta-feira, fevereiro 16, 2011

Desabafo de uma mulher moderna


"São 6h...
O despertador canta de galo e eu não tenho forças nem para atirá-lo contra a parede...
Estou tão cansada... não queria ter que trabalhar hoje...
Queria ficar em casa, cozinhando, ouvindo música, cantarolando, até...


Se tivesse filhos, gastaria a manhã brincando com eles, se tivesse cachorro, passeando pelas redondezas...
Aquário? Olhando os peixinhos nadarem...
Se eu tivesse tempo... gostaria de fazer alongamento...
Brigadeiro...
Tudo menos sair da cama e ter que engatar uma primeira e colocar o cérebro pra funcionar.
Gostaria de saber quem foi a mentecapta, a infeliz matriz das feministas que teve a estúpida idéia de reivindicar direitos de mulher... queria saber
PORQUE ela fez isso conosco, que nascemos depois dela...
Estava tudo tão bom no tempo das nossas avós... elas passavam o dia a bordar, trocar receitas com as amigas, ensinando-se mutuamente segredos de molhos e temperos, de remédios caseiros, lendo bons livros das bibliotecas
dos maridos, decorando a casa, podando árvores, plantando flores, colhendo legumes das hortas, educando as crianças, frequentando saraus, ENFIM, a vida era um grande curso de artesanato, medicina alternativa e culinária.

Aí vem uma fulaninha qualquer que não gostava de sutiã nem tão pouco de espartilho, e contamina várias outras rebeldes inconsequentes com ideias mirabolantes sobre "vamos conquistar o nosso espaço"!!!
Que espaço, minha filha???
Você já tinha a casa inteira, o bairro todo, o mundo aos seus pés.
Detinha o domínio completo sobre os homens, eles dependiam de você para comer, vestir, pra tudo!!! Que raio de direitos requerer?
Agora eles estão aí, são homens todos confusos, que não sabem mais que papéis desempenhar na sociedade, fugindo de nós como o diabo foge da cruz...
Essa brincadeira de vocês acabou nos enchendo de deveres, isso sim. E nos lançando no calabouço da solteirice aguda. Antigamente, os casamentos duravam para sempre, tripla jornada era coisa do Bernard do vôlei - e olhe lá,
porque naquela época não existia Bernard do vôlei.

PORQUE???..me digam PORQUE um sexo que tinha tudo do bom e do melhor, que só precisava ser frágil, foi se meter a competir com o macharedo? Olha o tamanho do bíceps deles, e olha o tamanho do nosso. Tava na cara que isso não ia dar certo!!!

Não aguento mais ser obrigada ao ritual diário de fazer escova, maquiar, passar hidratantes, escolher que roupa vestir, e que sapatos combinar, que acessórios usar...
tão cansada de ter que disfarçar meu humor, que sair
sempre correndo, ficar engarrafada, correr risco de ser assaltada, de morrer atropelada, passar o dia ereta na frente do computador, com o telefone no ouvido, resolvendo problemas que nem são meus!!!

E como se não bastasse, ser fiscalizada e cobrada (até por mim mesma) de estar sempre em forma, sem estrias, depilada, sorridente, cheirosa, com as unhas feitas, sem falar no currículo impecável, recheado de mestrados, doutorados, e especializações (ufffffffffffffffffff!!!!!!!). ..

Viramos super mulheres e continuamos a ganhar menos do que eles...
Não era muito melhor ter ficado fazendo tricô na cadeira de balanço?

CHEGAAAAAAA!!!... eu quero alguém que pague as minhas contas, abra a porta
para eu passar, puxe a cadeira para eu sentar, me mande flores com cartões
cheios de poesia, faça serenatas na minha janela... ai, meu Deus, já são 6:30,tenho que levantar!...,
e tem mais, quero alguém que chegue do trabalho, sente no meu sofá, coloque os pés pra cima e diga
"meu bem, me traz um cafezinho, por favor?",
descobri que nasci para servir.

Vocês pensam que eu tô ironizando? To falando sério! Estou abdicando do meu posto de mulher moderna....

Troco pelo de Amélia. Alguém se habilita?"

(fonte: internet)

domingo, fevereiro 13, 2011

sábado, fevereiro 12, 2011

Caminhando...


Já falei por aqui sobre algumas brincadeiras preferidas para aproveitar o tempo, mas nem imaginava que poderia ter outras diversões na vida.

Estudei, graduei e aprofundei-me em pedagogia atuando em todos os níveis de ensino (educação básica até o ensino superior – atual emprego e que estou, temporariamente por recomendação médica, afastada) e vivendo e trabalhando muito. Claro que tive outros interesses e paixões, além do amor (por ser duradouro) pela educação e desenvolvimento do ser humano (o que justifica o mergulho na psicopedagogia e na psicologia).

Quando comecei o blog estava acreditando que toda a minha vida girava em torno do que disse nos parágrafos anteriores e apenas pelas necessidades de aprofundamento em minha área profissional é que buscava aprendizagens novas. Até que, por necessidade pessoal, surgiu lentamente uma curiosidade que foi se transformando e tomando cada vez mais espaço na minha vida e aqui pela casa: a vida com tintas, pincéis, papéis, caixas, tesouras, tecidos... e cada vez mais materiais.

Hoje, posso afirmar que tenho manias que completam e que aliviam os dias pesados (é só clicar aí em artes minhas) transformando minha vida.

quarta-feira, fevereiro 09, 2011

Conversas de travesseiro


Uma noite bem dormida é aquela em que é possível deitar a cabeça "no" travesseiro e acordar pela manhã refeito/a.

Andei correndo tanto pela vida que não percebia que deitava dormia e acordava para correr outra vez pelo dia e pela vida. Deixava passar os dias acreditando que estava vivendo bem e que ao dormir estava descansando para continuar no dia seguinte. A noite tornou-se o intervalo entre os dias e o sono a pausa obrigatória diante das mileuma coisas a fazer.

Vivendo e perdendo a oportunidade de viver.

Todos os padecimentos do corpo estavam refletindo os padecimentos desconhecidos de minha alma (emoção e razão) como um carro carecendo da revisão, mas realizada apenas a troca do óleo, pois a oficina pede um tempo lá (parado), mas a vida não para.

Correndo e não chegando a lugar algum.

Diante de tantas noites mal dormidas o corpo exausto não dá mais espaço para a alma sonhar. Sem sonhos não há novos desejos e objetivos para a vida. Aí está viver e perder a oportunidade de viver; correr e não chegar a lugar algum. Salomão, o sábio, disse que “melhor é a mão cheia com descanso do que ambas as mãos cheias com trabalho e aflição de espírito” e disse, também, que viver desta maneira que estava (ou estou) vivendo “é tudo ilusão, é tudo como correr atrás do vento”.

Resolvi ler um pouco mais sobre o que é isso que Salomão está dizendo, pois deitava e não estava refazendo o corpo e a alma e cheguei à vergonhosa conclusão que não sei viver.

Outra noite, deitada nos meus travesseiros macios (gostosos, mesmo!) me dei conta de tudo isso...

domingo, fevereiro 06, 2011

Tempo para tudo


Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;
Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;
Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;
Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora;
Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;
Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.
(Salomão em Eclesiastes 3:1-8)

quarta-feira, fevereiro 02, 2011

Ap 21B parte II


Sabe quando a mudança está ótima
e você tem a sensação de que
algo está faltando?

Isso aconteceu!
Meus blogs/links sumiram!
buá... buá...

Alguns eu não consegui reencontrar
(ainda)

Ap 21B


Sabe quando mudamos de endereço, 
mas levamos a mobília toda?

É isso que fiz aqui.

O blogspot está prometendo que todos continuarão
encontrando o meu blog!
(assim espero)

Assim, mudei e o endereço novo é este aí

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails